Glórias do Passado: Grupo Desportivo Riopele

 

Grupo Desportivo Riopele


Na história do desporto português é usual encontrar algumas equipas que de certa forma atingiram alguma notoriedade, nomeadamente no futebol, cuja sua génese bem como o seu sustento radicava numa grande empresa da região. A nível nacional o GD da CUF será o exemplo máximo de um clube de futebol, com considerado sucesso, cuja origem estava numa unidade empresarial denominada de Companhia União Fabril. Também na nossa região existiram este tipo de clubes como foi o caso do GD Coelima ou a da Tarf.

Todavia, aquele clube da nossa região que se tornou mais famoso em Portugal foi inquestionavelmente o GD Riopele, que na década de 70 alcançou mesmo um lugar na 1ª Divisão Nacional de Futebol, depois de várias épocas a militar nas divisões secundárias.

O Grupo Desportivo Riopele foi fundado no dia 14 de Setembro de 1958 pelos proprietários e um grupo de trabalhadores de uma grande empresa têxtil denominada de Riopele, actualmente a Fabrica Têxtil Riopele S.A. A sede daquela agremiação desportiva ligada a empresa têxtil Riopele fixou-se na Pousada de Saramagos no concelho de Vila Nova de Famalicão.

Inicialmente aquele clube desportivo era destinado aos trabalhadores daquela empresa ou habitantes da região, os quais praticavam desportos como por exemplo o atletismo, mas essencialmente o futebol. Sucede que, com o passar dos anos e sendo fortemente apoiada pela administração da empresa têxtil, a equipa de futebol começou por coleccionar sucessos até atingir à 2ª Divisão Nacional.

Muitos dos funcionários da empresa fizeram historia ao serviço daquele clube. Outros, que chegavam ao clube/empresa essencialmente para jogar futebol, encontravam também naquela unidade fabril um emprego onde conseguiam amealhar mais alguns reditos.

Ao longo da sua história de vida o GD Riopele era tradicionalmente conhecido e unanimemente reconhecido como um clube que não formava apenas atletas, mas sobretudo homens para uma vida. Era um clube referência no panorama desportivo nacional porque desempenhava um papel social preponderante naquela região.

Dali, nomeadamente da sua escola de formação, também surgiram jogadores que se afirmaram posteriormente no futebol português como é o caso mais destacado do internacional Vítor Paneira, antigo jogador do SL Benfica e Vitoria de Guimarães.

Virando a agulha para os sucessos desportivos refira-se que na época de 1971/72 a equipa de futebol do GD Riopele quase que conseguiu ascender à 1ª Divisão Nacional, feito que viria a alcançar na época de 1976/77 quando se sagrou vencedor da Zona Norte da 2ª Divisão Nacional, deixando o SC Espinho, o grande candidato na 2ª posição da geral.
.
O modesto clube onde predominava as cores verde e o branco, participaria pela primeira e única vez da sua história na 1ª Divisão Nacional de Futebol na temporada de 1977/78. Aquele pequeno clube, que naquela altura contava apenas com 700 sócios, iria enfrentar as melhores equipas de futebol nacional.
.
(Plantel do GD Riopele na época de 1977/78)
.
Grandes jogos iriam receber o Parque de Jogos José Dias de Oliveira, a “casa” do GD Riopele naquela temporada na 1ª Divisão. Com capacidade oficial para 25.000 espectadores, apesar dos poucos lugares sentados que possuía, era considerado na altura como um dos melhores campos pelados do país, sempre tão bem tratado.
.
O treinador escolhido para comandar a equipa do GD Riopele na 1ª Divisão Nacional foi Fernando Ferreira, mas conhecido por Ferreirinha, antigo jogador do Vitoria Sport Clube na época de 1961/62. A maioria dos jogadores que haviam conquistado o feito da subida de divisão, tinha permanecido no clube. Os mais cotados eram sem duvida os defesas Joca, Vitorino e Teixeira, os meio campistas Luís Pereira, Barros e o capitão de equipa Piruta, e ainda o avançado e goleador da equipa António Luís.
.
(O treinador Ferreirinha)
.
(O defesa Joca)
.
(O defesa Vitorino)
.
(Teixeira defesa)
.
(O médio Luis Pereira)
.
(Barros)
.
(O capitão Piruta)
.
Para atacar a 1ª Divisão Nacional o GD Riopele fez também algumas aquisições, de onde se destaca, desde logo, os guarda redes Matos, Padrão e Trindade. Na defesa contrataram Pinto Vieira que nem chegou a ser utilizado, e os avançados Fonseca (mais tarde jogador do Vitoria), Garcez, Sacramento e Jesus, hoje mais conhecido por Jorge Jesus, antigo treinador do Vitoria de Guimarães.
.
(O guarda redes Matos)
.
(Padrão o outro guarda redes)
.
(O defesa Pinto Vieira)
.
(Fonseca na partida frente ao GD Estoril Praia)
.
(O avançado Jorge Jesus)
.
O plantel completo do GD Riopele na época de 1977/78 era constituído pelos guarda redes Matos, Padrão e Trindade. Na defesa havia Joca, Vitorino, Ederson, Teixeira, Orlando, Messias, Carlos Fonseca, Abreu e Pinto Vieira. Os médios eram Piruta, Luís Pereira, Barros, Jó, Pio, Neca e Vasco. A linha avançada incluía Fonseca, Jorge Jesus, António Luís, Garcês, Ary e Sacramento.
.
(O defesa Orlando)
.
(Messias também defesa)
.
(Carlos Fonseca)
.
(O médio Neca)
.
(Vasco centrocampista)
.
A equipa tipo era formada por Matos ou Padrão na baliza; a defesa com Joca, Vitorino, Ederson e Teixeira; a linha media com Piruta, Luís Pereira e Barros e a frente de ataque com Fonseca, Jorge Jesus e António Luís.
.
No Campeonato Nacional da 1ª Divisão da época de 1977/78, o GD Riopele não conseguiu o objectivo da manutenção, mas de forma alguma fez uma prova decepcionante. Alias, lutou até à última jornada pela manutenção no principal escalão terminando a prova na 15ª posição com 21 pontos, decorrentes das 6 vitórias e 9 empates alcançados na prova. Perdeu 15 encontros, concretizando 23 golos e sofrendo 51.
.
(Equipa do GD Riopele na época de 1977/78)
.
Os 23 golos apontados pelo GD Riopele no Campeonato Nacional da 1ª Divisão da temporada de 1977/78 foram apontados por António Luís, que anotou na sua conta pessoal 7 golos, classificando-se como máximo goleador da equipa. O médio Luís Pereira marcou 5 golos e Piruta 4. Os avançados Fonseca e Jorge Jesus marcaram 3 golos cada e o defesa Vitorino apontou 1.
.
(O avançado António Luis)
.
Destaquemos alguns resultados da equipa do GD Riopele naquela temporada no escalão máximo do futebol português. Assim, em casa, destaca-se pela positiva, as vitorias sobre o CF Belenenses por 1-0, sobre a Académica de Coimbra por 2-0, sobre o Vitoria de Setúbal por 2-1 e sobre o GD Estoril Praia por 1-0, todos eles clubes históricos.

Ainda em casa, conseguiu claramente resultados positivos e de certa forma surpreendentes, quando empatou com o SC Braga por 1-1 e com o Boavista FC 0-0. No Parque de Jogos José Dias de Oliveira, o GD Riopele apenas consentiu quatro derrotas, três frente ao FC Porto (0-2), SL Benfica (1-4) e Sporting CP (2-4), e a quarta frente ao Vitoria de Guimarães que ali venceu por 1-2.

Nos desafios disputados fora de casa é que o GD Riopele denotou maiores dificuldades. Assim, foi derrotado em 11 das 15 partidas do nacional maior realizadas fora do seu reduto. Dessas onze derrotas, algumas delas foram verdadeiras goleadas como o 6-0 frente ao FC Porto, 4-0 contra o Vitoria de Setúbal e CD Feirense, 4-1 frente ao Boavista FC e 3-0 no Estádio da Luz frente ao SL Benfica.

A modesta equipa do GD Riopele alcançou porem alguns resultados positivos fora de casa como foi o caso da vitória obtida na Povoa do Varzim frente à equipa local por 1-2, ou mesmo empates a 0-0 obtidos no recinto do GD Estoril Praia, no Estádio 1º de Maio em Braga frente à equipa do SC Braga e no Estádio Municipal de Guimarães, contra o Vitoria.
.
A descida à 2ª Divisão Nacional do GD Riopele foi para muitos o início do fim daquele clube que fechou definitivamente as portas no final da década de 80. Depois de mais algumas épocas no segundo escalão do futebol português foi relegado à 3ª Divisão Nacional na época de 1981/82 e mais tarde definitivamente extinto.
.
(Equipa do GD Riopele na época de 1979/80)
.
(Formação do GD Riopele na temporada de 1980/81)
.
(Equipa de velhas guardas do GD Riopele em 2006)

Autor: Alberto de Castro Abreu

velhos tempo o que me fez lembrar estas fotos tinha eu 6 anos quando via este jogadores
 
Hoje dia 22 de Setembro, o Vitória conta com mais uma casa na Internet.
No seguimento do trabalho realizado no VGSempre, nasce hoje o VitóriaGrande.com.
Visitem e deixem as vossas opiniões sobre o novo portal!

Para qualquer assunto: geral@vitoriagrande.com

cumprimentos,
 
boa incurssão... Riopele! Graandes tempos!!!
 
Olá
Esta do G.D. Riopele está excelente, velhos tempos em que o futebol era mais saudável!
 
velhos tempos lembro-me de ver um encontro entre o riopele e o f.c.porto... tinha 4/5 anos
 
o meu pai jogou la
 
o meu pai ja jogou ai
 
Era bom recuperar esta equipa...
 
VI O GRUPO DESPORTIVO DA RIOPELE JOGAR E ERA UM REGALO VER JOGAR A BOLA TUDO AO PRIMEIRO TOQUE PARCIA A SELECÇÃO DO BRASIL DOS BONS VELHOS TEMPOS.ERA ENGRAÇADO TORNAR A ENCONTRAR ESSES GRANDES JOGADORES E FAZER UM ENCONTRO DE FUTEBOL ENTRE TODOS OU REVIVER UM RIOPELE FUTEBOL CLUBE DE FAMALICÃO
QUE ENCHIA O CAMPO COM ESSE DERBY.DEIXO A SUGESTÃO A QUEM DE DIREITO.
 
SIM REALMENTE ERA UMA SUGESTÃO BOA,VER NOVAMENTE RECUPERADDO O G. D. RIOPELE ERA UM ORGULHO PARA A FREGUESIA TER UM CLUBE QUE A REPRESENTA-SE.
 
O meu pai jogou neste clube
 
Visite

http://cfuniaomadeira.queroumforum.com/index.php?

http://cfuniao.synthasite.com
 
é pena n terem a foto do melhor estremo esquerdo que o G.D.riopele já teve chamavam-lhe "açoriano" de seu nome António correia que levou a riopele a 1ª divisão e nem 1 foto tem e é este o agradecimento de anos de dedicação a um clube de futebol.

ATE SEMPRE PAI

{FALECIDO: 07-07-2007}
 
Sr. L. Correia.

Sinceramente, deixe que lhe diga, que lamento bastante o seu comentário.

Como facilmente deve ter apercebido, este trata-se de um blogue que se dedica, quase exclusivamente, ao Vitoria SC.

Embora seja o Vitoria SC o "homenageado" com este blogue, temos tentado recordar alguns outros clubes nacionais com pequenas recordações.

Foi esse, sem dúvida, o caso do extinto GD Riopele. Quanto ao seu pai, sinceramente, não conheço, nem me surgiu qualquer dado ou imagem nos meus arquivos para publicar. Lamento, mas só publico aquilo que tenho ou consigo arranjar.

Assim sendo, deixo-lhe aberta uma possibilidade. Envie-me imagens do seu pai na equipa do GD Riopele ou em outros clubes onde tenha jogado para o email: gloriasdopassado@gmail.com

Saudações Vitorianas,

Alberto de Castro Abreu
 
É com lagrimas que escrevo este comentario. A perda do Riopele, para a minha terra foi de uma tristeza, sem limite. Os dias, nunca mais foram iguais. Os nosso idolos, estavam la. Os jogadores, aquela gente toda na bancada, o Sr. Basilio dos equipamentos, que saudade. Não me envergonho naqueles tardes, de vender treomoços na bancada, para ver os jogos do meu Riopele. Aos meus filhos passo estas memorias. Um dos sonhos que ainda acalento, e ver de novo uma equipa, naquele estadio, e a vestir igual, daquele saudoso verde e branco. Recordo tantos, tantos: O Piruta, o Barros; o Palheiras, O Silva, o Vieira, o Vital, o Jesus, Marconi, e recordo a minha terra em festa em cad domingo a tarde. SAUDADE. MUita Saudade.....
desculpem, mas ja não consigo mais......É uma dorrrr
 
também se deve recordar do peludo, do pinto, do Júlio,etc... grandes jogadores que acompanharam a riopele ate a 1ªdivisao como já dizia o grande Roberto Carlos: "Velhos tempos
Belos dias
Hoje os meus domingos
São doces recordações"
 
Sem querer usar o seu blog, mas acho que esta na altura, de quem verdadeiramente gosta do Riopele, e da nossa terra, se unir, e voltar a formar uma equipa usando o mesmo nome, se tivermos autorização claro. Era bonito, e era o sentir de que valeu a pena homens e mulheres duranes anos a fio terem dado os seus dias ao Riopele.

Era altura de fazermos alguma coisa. dia 14 de Setembro deste ano deviamos fazer qualquer coisa. Deviamos tomar posição e erguer de novo o nosso Clube.
 
ali esta um grande estadio a dormir, força riopele para a recontruçao da equipa.
 
ERA UM SENHO QUE PUDERIA SER UMA REALIDADE PARA A NOSSA FREGUESIA E CONCELHO O GRUPO DESPORTIVO DA RIOPELE TORNAR A SER UM DOS GRANDES CLUBES DE PORTUGAL.
 
Riopele, Riopele, Riopele,,,toca a voltar!!!
 
No estádio do Riopele, ainda se joga bola.
 
Hoje em dia um grande jogador do Riopele, filho do Sr. Basílio dá cartas no mundo do futebol... Força Carlos Rego! Boa sorte para o seu Tondela agora como treinador.
 
Eu não podia passar sem deixar o meu comentário.
O meu pai também deu muito a este clube e á fábrica pois também foi lá funcionário.
lamentavelmente já não está entre nós.
ele foi o guardarredes do Riopele quando este subiu á 1ª divisão.
Ainda me lembro das birras do meu irmão que queria trazer as bolas para casa ia para o campo com uma bola debaixo de cada braço e outra a rolar no chão....
belos tempos onde aquela equipa er uma familia...
muitas saudades
 
sou filho de uma velha gloria do SC Braga em breve poderei trocar dados convosco porque considero muito util o que esta fazendo o que nao concebo e' que filhos desses valorosos deem o anonimato e nao ajudem a tornar eterno os nomes dos seus pais ou avos ajudem este e muitos outros bons trabalhos que se estao fazendo
 
Eu conheço bem a equipa do Riopele que esteve na primeira divisão. Este blogue é louvável a todos os níveis. Faz-nos recordar o passado com a nostalgia da vivência desse tempo. Contudo, na foto onde aparece o nome de António Luís, a verdade é que é Jó o jogador que lá está. Esse jogador era um grande jogador, vindo do Tirsense foi queimado literalmente pelo treinador Ferreirinha e depois de realizar 20 jogos nesse campeonato (1a. divisão) regressou ao seu anterior clube...
 
Amigos,
Era um puto 7/8 anos quando comecei a ver os Jogos do Riopele.
Lembro-e de ver os jogos da primeira divisão e antes da 2ª..
Lembro-me de alguns jogadores como o Pimenta- Guarda-Redes, que penso vivia em Guimarães, do Albano que foi treinador de clubes da 2ª. divisão-zona centro (mealhada/Oliveira do Bairro etc.).
O Almeida - Guarda-redes, o Lelo, o Vasco, o Cláudio, o Marconi, Canavarro etc etc.
O futebol à Ferreirinha, que era uma maravilha para os olhos, os dérbies com o Famalicão em que normalmente o Riopele ganhava e os adeptos do Famalicão andavam quase sempre à pancada, os jogos com o Fafe e com o Gil, que normalmente também dava em confusão. Enfim bons tempos.
António carneiro
 
lembro-me de ver grandes jogos deste nosso grande riopele
 
grande riopele
 
grande clube
 
Enviar um comentário



<< Home
Site Meter