Glórias do Passado: M´Bouh

 

M´Bouh


Emile Belmont Mbouh, é um jogador internacional camaronês que, de forma algo surpreendentemente, chegou ao Vitoria SC na temporada de 1990/91, imediatamente após ter estado presente no Campeonato Mundial de 1990 realizado em Itália, integrando a Selecção Nacional dos Camarões que terá sido a grande sensação naquela competição.
.
Este conceituado médio africano que jogou no Vitoria SC, nasceu no dia 30 de Maio de 1966 nos Camarões, iniciando a sua carreira de futebolista ao serviço de clubes do seu país natal, onde terá representado, entre outras, as equipas do Canon Yaoundé e o Diamant de Yaoundé. Neste último clube jogou na época de 1987/88 antes de transferir-se para a Europa, nomeadamente para o Le Havre AC de França.
.
(Selecção dos Camarões em 1987/88)
.
(Selecção dos Camarões em 1989/90)
.
Antes de ingressar no futebol português teve uma passagem pelo CS Chenois da Suiça, clube do qual se transferiu para o Vitoria SC. Antes, porém, de rubricar contrato com os vimaranenses, o médio Mbouh representou a selecção dos Camarões no Mundial de 1990.
.
A equipa camaronesa, onde pontificava o avançado Roger Milla, atingiu sensacionalmente os quartos de final daquela competição, sendo eliminado naquela ronda pela Selecção da Inglaterra por 3-2.
.
(Selecção dos Camarões em 1990)
.
(Camarões - Argentina, jogo de abertura do Mundial 90 em Itália)
.
(Emile M´Bouh pela Selecção dos Camarões)
.
(M´Bouh segurando o troféu conquistado ao serviço da Selecção)
.
(Selecção dos Camarões em 1990)
.
(M´Bouh abraça Roger Milla o grande idolo dos Camarões em 1990)
.
Pela Selecção dos Camarões, o médio centro Emile Mbouh, participou ainda no Campeonato do Mundo nos E.U.A. em 1994. Alias, a historia deste jogador africano ao serviço da selecção do seu país, da qual chegou a ser o seu capitão de equipa, é bastante longa e meritória, contabilizando ao longo da carreira 113 internacionalizações. Além daquelas duas competições internacionais, Mbouh esteve presente em outras conquistas pela selecção do seu país no continente africano.
.
(Selecção dos Camarões em 1994)
.
(M´Bouh na Selecção Nacional dos Camarões)
.
(Com o equipamento alternativo da Selecção)
.
(No Mundial 94 nos E.U.A. na partida entre a Suécia e os Camarões)
.
(Emile M´Bouh)
.
(M´Bouh camisola n.º 8 da Selecção dos Camarões no Mundial 94)
.
Emile Mbouh chegou ao Vitoria SC na temporada de 1990/91, com 24 anos de idade e como uma das principais aquisições do clube naquela época, para um plantel que já incluía outros jogadores de origem africana, como era o caso de N´Dinga, Ziad e Basaula.

O Vitoria SC, depois da na temporada de 1989/90 ter realizado uma óptima campanha no Campeonato Nacional, apresentando, reconhecidamente, um futebol de bastante qualidade, partiu com legitimas aspirações para a nova época.
.
Todavia, a época de 1990/91 foi bastante tumultuada. Por Guimarães passaram nessa temporada 3 treinadores – o brasileiro Paulo Autuori, o uruguaio Pedro Rocha e o português João Alves - sem que fosse possível ir alem do 9º posto na tabela classificativa final do Campeonato Nacional da 1ª Divisão.
.
(Vitoria SC na época de 1990/91)
.
Quando o médio africano chegou a Guimarães já a temporada de 1990/91 tinha arrancado e por isso teve alguma dificuldade de adaptação e fixar-se na equipa principal do Vitoria SC. Ao longo desta única época ao serviço do Vitoria SC, Emile Mbouh alinhou somente em 14 jogos do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, sendo que 8 foram na condição de titular e 6 como suplente utilizado.

Nas 14 partidas disputadas com a camisola do Vitoria SC na principal competição portuguesa, o médio Mbouh apontou um único tento, precisamente no Estádio do Bonfim em Setúbal, na vitória dos vimaranenses sobre a equipa sadina por 2-3.
.
O golo por si obtido naquela partida foi apontado de cabeça, algo não muito vulgar para um jogador da sua estatura. O certo é que Mbouh surgiu bem posicionado na área, antecipando-se a um defensor setubalense, para responder a um cruzamento do lado esquerdo de Basílio e anotar assim o primeiro golo do Vitoria SC naquela partida.
.
.
Foi também titular na equipa do Vitoria SC que nessa temporada defrontou os turcos do Fenerbache para a Taça Uefa. Foi titular no jogo da 1ª mão na Turquia em que o Vitoria SC saiu copiosamente derrotado por 3-0, tendo Mbouh sido substituído por Basaula aos 55 minutos de jogo.
.
(Vitoria SC - SL Benfica na época de 1990/91, M´Bouh ao lado de P. Sousa)
.
Este jogador camaronês tratava-se de um médio centro de qualidade, mas que em Guimarães ao serviço do Vitoria SC não terá atingido a produção e a notoriedade que dele tanto se esperava, sendo como era um jogador titular na Selecção dos Camarões.
.
Tecnicamente era um jogador evoluído, fisicamente de baixa estatura, mas com um “pulmão” de inesgotável energia o que lhe permitia cobrir todo o meio campo em desdobramentos ofensivos e defensivos. Destacava-se essencialmente na transposição da defesa para o ataque e pela capacidade de condução do esférico sempre importante para a posse de bola.
.
(Vitoria SC na temporada de 1990/91)
.
No final da época de 1990/91, Emile Mbouh apesar de ter contrato em vigor com o Vitoria SC, foi colocado pelo técnico vitoriano João Alves na lista dos jogadores dispensados. De facto, o africano tinha o estatuto de jogador estrangeiro e pelas limitações regulamentares na época acabou por ser cedido ao Benfica de Castelo Branco, clube que naquela altura era uma espécie de clube satélite do Vitoria SC.
.
No Benfica de Castelo Branco, onde se encontrava vários jogadores com ligações ao Vitoria SC, como o guarda redes Tata, os defesas, Ricardo António, Quim Berto e César Vaz, ou o avançado Zarro e na altura treinado por Carlos Cardoso, o médio internacional Emile Mbouh foi bastante utilizado, contabilizando 20 jogos e 1 golo no Campeonato Nacional da 2ª Divisão de Honra de 1991/92, onde a equipa beirã foi o 15º classificado na tabela final garantindo assim a manutenção naquele escalão.
.
(Benfica de Castelo Branco na época de 1991/92)
.
Deixou Portugal no final da temporada de 1991/92, rescindindo o contrato que ainda mantinha com o Vitoria SC. Prosseguiu a sua carreira em países como o Qatar, onde alinhou pelo Nadi Qatar, na Malásia, pelo Perlis e no Sabah, e ainda na Indonésia, no Pelita, onde jogou com o seu companheiro de selecção, o veteraníssimo Roger Milla.
.
Terminada a carreira de jogador profissional de futebol, mudou-se para os Estados Unidos da América, onde se especializou na formação de jovens jogadores de futebol. Foi treinador de futebol em algumas escolas de futebol naquele país, tendo criado, juntamente com o seu irmão, a sua própria escola de futebol, a Emile Star Soccer.
.
(M´Bouh como professor na escola de futebol)
.
(Emile M´Bouh)
.
(Emile M´Bouh brincando com as crianças da sua escola de futebol)


Autor: Alberto de Castro Abreu

http://cfuniaomadeira.queroumforum.com/index.php
 
Enviar um comentário



<< Home
Site Meter