Glórias do Passado: Estádio do Bessa

 

Estádio do Bessa


Recordaremos agora mais um dos míticos espaços onde se realizaram, e ainda se realizam - nos dias de hoje com uma estrutura bem mais moderna - jogos de futebol em Portugal. Mais um local onde ao longo da sua história o Vitoria de Guimarães se apresentou várias em vezes para disputar encontros de carácter oficial nas diversas competições onde teve que enfrentar o Boavista FC.

O Estádio do Bessa, hoje intitulado por Estádio do Bessa Século XXI, é há dezenas de anos o local onde o Boavista FC recebe os seus adversários para disputar os desafios de futebol na condição de visitado. Este Estádio encontra-se situado no centro da cidade do Porto, próximo da conhecida Avenida da Boavista, umas das principais artérias daquela cidade nortenha.

Já em 1911 estava implantado naquela terreno o Campo do Bessa, local onde o Boavista FC teve a sua primeira casa. Era um simples campo pelado, praticamente sem qualquer bancada para os espectadores.

Em 1967 o Campo do Bessa é sujeito a obras de melhoramento nomeadamente com a construção de bancadas com lugares sentados, sendo uma delas coberta, promovendo assim maior comodidade aos espectadores que ali se deslocavam para assistir ao jogos de futebol que ali se realizavam. Foi ainda dotado de iluminação artificial o que permitia a realização de jogos ou treinos no período nocturno.
.
(Campo do Bessa em 1967)
.
(Ainda um campo pelado mas com iluminação artificial para jogos oficiais)
.
Até 1972, ano em que foi oficialmente inaugurado, foram feitos vários melhoramentos naquela infra-estrutura, situação que de resto continuou a verificar-se ao longo dos anos, com o arrelvamento do campo, a construção de bancadas nos topos, sendo que uma delas mais tarde veio a ser coberta, e a colocação de iluminação artificial que permitia a realização de jogos oficiais à noite.
.
(Aspecto do Estádio do Bessa em 1982 sem bancada ao fundo no topo)
.
(Aqui já com a bancada do topo ao fundo e entretanto demolida a existente no outro topo para construção de nova bancada coberta)
.
(Aqui já com a nova bancada do topo coberta)
.
(O aspecto da bancada coberta num dos topos do Estádio do Bessa)
.

(A mesma bancada do topo coberta)
.
Devido à enorme rivalidade existente entre o Vitoria de Guimarães e o Boavista FC, qualquer desafio disputado no Estádio do Bessa entre estas formações era sempre apetecível ao público que ali se deslocava. O Estádio do Bessa, ainda antes da recente reconstrução que foi alvo, era palco de inúmeras invasões protagonizadas pelos adeptos vitorianos que ali se deslocavam para ver o seu Vitoria SC jogar.

Boavista FC – Vitoria SC eram jogos de qualidade, sempre muitos disputados, com muita polémica e rivalidade à mistura, mas a verdade é que tradicionalmente, para os vimaranenses, era um Estádio onde normalmente conquistava bons resultados.
.
(Aspecto do Estadio do Bessa em 1991)
.
Naquele espaço para o Campeonato Nacional da 1ª Divisão disputaram-se cerca de 50 jogos oficiais. Por cerca de 20 vezes o resultado foi de empate entre o Boavista FC e o Vitoria de Guimarães. Porem, perto de uma dezena de vezes o Vitoria conseguiu atingir a vitória em casa dos seus axadrezados.

Foi o caso, por exemplo, que ocorreu na noite do dia 6 de Dezembro de 1992 no Estádio do Bessa. Numa noite de chuva intensa, com muito vento e algum nevoeiro, o Boavista FC recebia o Vitoria SC em jogo a contar para a 14ª jornada do Campeonato Nacional da 1ª Divisão da temporada de 1992/93. Estavas em pleno e rigoroso Inverno e num relvado completamente empapado o Vitoria venceu categoricamente os boavisteiros por 1-3.

O jogo foi apitado por Vítor Pereira da A.F. Lisboa, tendo o Boavista FC, então treinado por Manuel José, alinhado com: Alfredo; Rui Bento, Paulo Sousa, Venâncio, Nogueiras e Nelo; Casaca, que também era o capitão de equipa, Bobo e Tavares; Artur e Marlon. Ao intervalo entrariam Ricky e Sanchez para os lugares de Nogueira e Casaca.

O Vitoria, por seu turno, era treinado pelo brasileiro Marinho Peres. A sua linha naquele encontro era composta por: Jesus; Quim Machado, Germano - o capitão de equipa – Paulo Pereira, Tanta e Basílio; Taoufik, Paulo Bento e N´Dinga; João Oliveira Pinto e Dane. No Vitoria o avançado Artur Jorge entrou aos 87 minutos para o lugar de João Oliveira Pinto e o extremo Paulo Jorge entrou para o lugar de Dane aos 80 minutos.

O jogo foi de todo incaracterístico perante as condições do relvado. O Vitoria adiantou-se no marcador por intermédio do pujante defesa central Tanta logo aos 28 minutos. Um minuto depois o velocíssimo avançado do Boavista FC Artur chegou à igualdade. A 1 minuto do final da 1ª parte o Vitoria chegou ao segundo golo por intermédio de Paulo Bento na cobrança de uma grande penalidade e já no decorrer do segundo tempo carimbou definitivamente a vitoria com um golo da autoria de Dane aos 76 minutos.
.
Aquele jogo ficou marcado por um incidente. Marinho Peres que dirigia a equipa do Vitoria no banco de suplentes foi atingido por um guarda-chuva empunhado por um adepto boavisteiro que perfurou o revestimento do banco atingindo-o na zona das costas.
.
(Estádio do Bessa em 1995)
.
(Estádio do Bessa durante um jogo nocturno em 1997)
.
Recentemente, o Estádio do Bessa foi alvo de uma completa reconstrução tornando aquele espaço numa moderna infra-estrutura desportiva.

A construção do novo Estádio do Bessa, intitulado de Estádio do Bessa Século XXI, efectuou-se de forma parcial, iniciando-se no dia 30 de Junho de 1998 e ficando completamente concluída em 30 de Dezembro de 2003.

Em primeira instancia procedeu-se à demolição da bancada nascente, depois a bancada poente, seguidamente o topo norte, e finalmente, o topo sul, construindo-se, a medida que foram sendo demolidas, novas bancadas naqueles lugares de tal forma que a equipa do Boavista FC continuou a utilizar aquele recinto de jogos durante as obras.

Actualmente, o Estádio do Bessa Século XXI é uma moderna infra-estrutura desportiva dotada de todas as condições necessárias para a prática do futebol, oferecendo aos espectadores uma óptima comodidade para assistir aos espectáculos, com uma lotação oficial de 28.263 lugares.
.
(Aspecto do Estádio do Bessa com a bancada nascente demolida em 1998)
.
(Estádio do Bessa já com a nova bancada nascente em 2001)
.
(Na construção da nova bancada poente em 2000)
.
(Aqui já com as duas bancadas centrais concluídas e um dos topos em estado avançado de construção e o outro topo ainda por construir)
.
(Finalização das obras num dos topos do Estádio do Bessa)
.
(O Estádio do Bessa Seculo XXI em maquete)
.
O recinto apresenta uma fisionomia muito característica dos estádios das equipas inglesas onde o publico que assiste ao jogo está muito próximo do relvado. As quatro bancadas são bastante inclinadas no piso superior, com uma acentuada inclinação de 45º. Esta foi a forma encontrada para a construir um estádio que teria de estar dotado de uma capacidade próxima dos 30.000 lugares dentro de um espaço tão limitado por estar inserido numa malha urbana.
.
(Aspecto do novo Estadio do Bessa Seculo XXI no interior)
.
(Visão do Estádio do Bessa Século XXI por trás de uma das balizas)
.
(Vista aerea do Estádio do Bessa Século XXI)
.
(Fachada principal exterior do Estádio do Bessa Século XXI)
.
(Estádio do Bessa Século XXI em dia de jogo durante a noite)
.
(Bancada central do Estádio do Bessa Século XXI)
.

O Estádio do Bessa Século XXI foi oficialmente inaugurado no dia 30 de Dezembro de 2003 num jogo entre o Boavista FC e o Málaga de Espanha. Foi um dos palcos do grande evento nacional que foi o Europeu de 2004 onde se realizaram 3 jogos da competição naquele estádio.

Este Estádio do Bessa foi e ainda é frequentemente utilizado pela Selecção Nacional de Futebol de Portugal para disputar alguns dos seus jogos oficiais ou de carácter amigável que realiza no território luso.
.
(Estádio do Bessa Século XXI no Euro 2004)
.
(Estádio do Bessa Século XXI no Euro 2004)


Autor: Alberto de Castro Abreu

Muito bom documentário sobre um dos históricos estádios portugueses, parabéns.
 
Amigo gostaria de ter uma foto do Estádio do Bessa Seculo XXI no Euro 2004. Agradeço o envio para marioferreir@iol.pt
 
Publicar um comentário



<< Home
Site Meter